Como funciona a isenção de IPVA para veículos antigos?

O IPVA é um imposto cobrado dos proprietários de veículos no Brasil e preciso ser quitado anualmente. Mas você sabia que existe uma isenção da taxa para quem tem veículos antigos? Se você quer entender como funciona a isenção de IPVA para veículos que estão em funcionamento há muitos anos, confira o texto a seguir e descubra!

O que é o IPVA?

O IPVA corresponde ao Imposto sobre a propriedade de veículos e é um dos pagamentos obrigatórios para quem possui um carro no Brasil. O valor do imposto é dividido entre o estado e o município de emplacamento do veículo em questão.

O valor do IPVA irá depender do estado que você reside e do modelo do seu veículo, então vale conferir a Tabela IPVA. Como o imposto é obrigatório, não pagar a taxa no prazo estabelecido pode gerar a cobrança de multas sujeitas a acréscimo de juros e até a apreensão de veículo, se autuado com a ausência do documento.

Sem o pagamento do IPVA,  o proprietário fica impossibilitado de realizar o licenciamento de seu veículo. O licenciamento é um documento necessário que garante a regularização do carro, permitindo que ele circule de forma legal nas vias. Portanto, você deve conferir o IPVA 2019 para não perder o prazo e não acabar tendo dor de cabeça!

Como funciona a isenção para veículos antigos?

Como mencionamos, a quitação do imposto em questão é obrigatória para todo e qualquer proprietário de veículos, mas existem algumas situações que tornam isento o pagamento do IPVA, como por exemplo, os carros que são identificados como antigos. A isenção IPVA é um benefício que você pode solicitar!

Geralmente, este benefício é concedido para carros que já estão em uso a mais de 10 a 15 anos. O tempo, assim como o valor do IPVA, pode vir a variar de estado para estado, portanto, vale conferir com os órgãos responsáveis pela sua região.

Para quem quer saber como solicitar a isenção IPVA, deve saber que ela é automática, se você estiver em situação regular e com as informações devidamente registradas no DETRAN de seu estado. É importante lembrar que você deve contar o tempo de uso do carro, desde a sua fabricação.

Caso você venha a receber o boleto do IPVA ou fique com alguma pendência do DETRAN, acesse as informações do seu veículo no site do órgão e confira as informações. Se o seu veículo se encaixa na condição de antigo, você pode recorrer a cobrança indevida do imposto.