7 critérios importantes para levar em conta antes de comprar um carro

Comprar um carro exige cautela. Não estamos apenas falando em verba mas de um bem de longo prazo de alto investimento passível dos mais diversos problemas. Antes de assinar o contrato é importante observar alguns detalhes. Os mais importantes listamos a seguir.

Sete dicas importantes antes de comprar um carro

Cada comprador de carro é motivado por algo. Alguns querem apenas um transporte rápido e cômodo enquanto outros focam no glamour. Acima do ‘status’ de ter um veículo de quatro rodas na garagem é preciso focar em alguns critérios de consumo do carro e outros fatores. São sete pontos importantes a serem analisados:

Consumo

Infelizmente os carros elétricos não são comuns e com carga em energia solar deve demorar um pouco a chegar no mercado. Enquanto os veículos usam derivados do petróleo e etanol, quanto mais quilômetros eles conseguirem fazer com um litro melhor. Ainda mais se seu foco é em trânsito das grandes metrópoles.

Estado de conservação para carro usado

Além dos vendedores não serem honestos muitos trocam de carro quando começam a dar problema. As peças começam a necessitar de troca, manutenção constante e o custo mensal de manter um carro como bem familiar começa a subir. 

O ideal é sempre antes de uma compra pedir uma avaliação com um mecânico de confiança. O valor pode estar muito em conta mas analise o custo em longo prazo.

É mesmo a melhor época para comprar?

Nem todos os meses do ano são convidativos para a compra de um carro. Janeiro é o melhor deles, quando o IPVA começa a chegar e muitos consideram abandonar o gasto extra e partir para alternativas como carona e transporte público.

Entre março e abril o IPVA fica em atraso e os preços caem ainda mais. Dezembro não é indicado porque os novos modelos saem, assim como o 13º salário e o mercado aquece.

Rodagem anterior em carros usados

Quantos quilômetros o carro que você deseja comprar já andou desde sua data de fabricação? Cada peça possui um certo limite de uso e ultrapassá-lo pode comprometer a segurança. Também exigirá troca e mais gastos. O ideal é não comprar veículos muito ‘rodados’ porque estão na iminência de quebra.

Preço das peças

Alguns veículos são mais caros de manter pelo preço de suas peças. Os mecânicos já conhecem as montadoras as quais não vendem tanto e as lojas não querem comprar, tornando cada reposição cara e difícil de achar. Vale avaliar este ponto também, em especial com importados.

Espaço disponível

Carro sedan ou hatch? Tudo depende do seu uso. Para viagens com a família o conforto do sedan, bem como a sua mala, sempre são mais indicados. Mas pensando em um uso urbano e estacionamento fácil o mais curtinho e com mala menor sempre é o mais indicado.

IPVA e demais taxas

Todos os anos há o compromisso com o IPVA. Quanto mais novo o carro mais elevado é o imposto. Também há outras taxas a serem pagas como vistoria, renovação do documento e afins. Os gastos em ter um carro vão além de apenas combustível e tudo deve ser pensado.